Na Hora H

PREFEITURA DISCUTE VOLTA DO NATAL EM NATAL E CARNAVAL

O tradicional festival Natal em Natal, que celebra o aniversário da capital potiguar, poderá acontecer de forma híbrida neste ano, com atrações presenciais e apresentações virtuais. A perspectiva é da própria Prefeitura do Natal, que estuda o modelo como forma de planejar grandes eventos públicos em um contexto de maior tranquilidade diante da covid-19.

No entanto, a programação depende do aval positivo do comitê científico da capital, técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) e do prefeito Álvaro Dias. O comportamento da pandemia do coronavírus será o principal indicador para a execução ou não do evento. Aspectos como número de novos casos, mortes, índices de internação e avanço da vacinação serão levados em consideração.

O mesmo vale para outros festejos da cidade, como Réveillon e Carnaval. Atualmente as discussões acontecem dentro do Conselho de Governança do Executivo. O próximo encontro da cúpula deverá ocorrer ainda nesta semana. Para Dácio Galvão, chefe da Secretaria Municipal de Cultura (Secult/Funcarte), a expectativa é positiva, mas o quadro ainda é de incertezas.

Na última quinta-feira (16), o Governo do Rio Grande do Norte determinou a apresentação do passaporte da vacina para entrada em eventos de massa. Com isso, desde sexta (17), eventos com mais de 600 pessoas estão autorizados a acontecer com participantes que comprovarem pelo menos uma dose do imunizante contra a covid. O secretário de Cultura de Natal explica que a liberação não se aplica aos eventos abertos de rua, em que não é possível se aplicar um protocolo sanitário específico.

Carnatal e Festa do Boi tiveram volta aprovada

A perspectiva positiva de gestores, autoridades, produtores e artistas ganha força com o anúncio do retorno presencial de outros eventos. São os casos da Festa do Boi e do Carnatal, que tiveram sinal verde do Governo para acontecer em 2021. A Destaque Promoções, empresa responsável pela micareta, teve o protocolo sanitário aprovado pela área de Saúde do Executivo estadual na quinta-feira (16), o que é considerado o primeiro passo para o evento ocorrer. O carnaval fora de época também depende do cenário epidemiológico do Estado, que deverá estar igual ou melhor que o atual. Portanto, caso a pandemia apresente nova onda de casos e os hospitais voltem a ficar cheios, a festa será suspensa.

Marcada para acontecer entre 13 e 20 de novembro, a Festa do Boi voltará a acontecer de forma presencial no RN, após edição virtual em 2020 por causa das restrições impostas pela pandemia de covid. De acordo com Guilherme Saldanha, titular da Secretaria da Agricultura da Pecuária e da Pesca (Sape), o evento será uma oportunidade de movimentar a agropecuária e o agronegócio, dentro do processo de retomada da economia do Governo do Estado. A novidade para a 59ª edição da exposição ficará por conta das regras sanitárias. Expositores e colaboradores deverão apresentar comprovante de vacinação logo na contratação dos espaços.

Com informações da Tribuna do Norte | Foto: Canindé Soares

To Top