Nossa Coluna

ARRUDINHA, UMA ESTRELA A BRILHAR NO CÉU!

Eita manhã sombria de sexta-feira, de muita chuva nos céus da cidade!!! E assim nesse clima nos chega a notícia do falecimento de Arruda Sales, Arrudinha, Danusa D’Sales…, do nosso artista plástico, do transformista, da drag mais famosa e pioneira… de um amigo querido que tem parte na história da nossa cidade… História principalmente na juventude de Natal dos anos 70/80.

Arrudinha era de uma família tradicional encravada em São José de Mipibu, foi aluno do Colégio Marista, iniciou-se nas artes plásticas na Escolinha Newton Navarro, com o Mestre Newton, expôs e teve obras disputadas nas exposições da época. Empreendeu como produtor e abriu uma casa de show, o Frenesi Café, frequentada por toda a sociedade natalense.

Foi sucesso em programas de rádio. Atualmente estava concluindo um monólogo sobre Zila Mamede, escrito por Tarcísio Gurgel para lançar nos palcos. Sua vida como drag continuava sucesso em todo o Nordeste. Sempre solidária, ela nos ajudou no Reviver.

Seu falecimento aconteceu nesta manhã. Desde a quarta-feira reclamava de dores no corpo com suspeitas de dengue. Ontem foi atendido num pronto socorro, medicado voltou para casa, dormiu e não acordou. Já fazia alguns anos que ele morava na praia da Redinha.

Seu filho adotivo, Andrei Sales, comunica que o velório acontecerá hoje, a partir de 16h, no Centro de Velório Vila Flor, na rua Xavier da Silveira, em Morro Branco. O sepultamento será na manhã do sábado (15.06), em São José de Mipibu.

Obs: O velório, que aconteceria às 16h, foi adiado para as 18h30 e ocorrerá na Fundação Jose Augusto. O local e o horário de sepultamento estão mantidos.

Com certeza, o querido amigo passará agora a brilhar no céu.

Foto: Ney Douglas
Arruda e o Grupo Reviver
1ª exposição de Arrudinha com Denise Gaspar

To Top