Nossa Coluna

FESTA DA ED NA AL…

A manhã desta segunda-feira fez mais leve a sessão solene da Assembleia Legislativa do RN, ao homenagear a Escola Doméstica nos seus 105 anos. Durante o evento, foram homenageados nomes de destaque na sociedade potiguar que passaram pela instituição. São profissionais liberais de sucesso ou simplesmente donas de casa.

Com a palavra, o presidente Ezequiel: “A trajetória educacional da Escola Doméstica tem-se configurado por um processo democrático de luta para que não fosse apenas gaiola cerceando a liberdade dos pássaros, e sim, preservasse a essência deles que é dar-lhes asas para que alcem voos em busca de novos horizontes, alimentando sonhos para que nessa escola se formassem verdadeiras cidadãs”, assim falou o deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), presidente da Assembleia e propositor da solenidade.

O parlamentar aproveitou ainda o seu discurso para relembrar a ex-aluna e ex-diretora da Escola Doméstica, Noilde Ramalho, que esteve no comando da instituição por 65 anos. “Reconhecida por sua atitude vanguardista, corajosa e de forte liderança, a professora Noilde foi protagonista de um verdadeiro feito para sua época”, disse Ezequiel. O deputado se referiu ao grande salto educacional dado pela entidade neste período.

Sob a administração da professora Noilde, foi criado o colégio misto Complexo Educacional Henrique Castriciano e o Centro Universitário do Rio Grande do Norte, UNI-RN, instituição de nível superior. “Para a Professora Noilde Ramalho todos os méritos e aplausos pelos êxitos da Escola Doméstica, nos seus cento e cinco anos de vida, que se exteriorizam em solenidades tão bonitas como esta que hoje estamos presenciando e como a homenagem na mudança do nome do Complexo de Ensino que reúne ED, HC e UNI-RN, que agora se chama Complexo de Ensino Noilde Ramalho”, disse.

A ex-aluna e escritora Eulália Duarte Barros, ex-aluna da ED, falou em nome dos homenageados e fez um resumo da história da instituição. Na questão educacional, relembrou que “um item valorizado no currículo era o respeito aos outros, as crenças, as diferenças. Havia respeito e disciplina”, disse. Lalinha fez um discurso emocionado e falou da importância do ensino que norteou jovens e que ao longo dos anos foi se modernizando sem sair do seu foco que é a boa educação .

Lalinha fez justa homenagem e pediu aplausos para Márcia Marinho presidente da Associação da Ex-Aluna da ED, incansável na sua luta para manter viva a chamadesta grande família.

Os homenageados na sessão solene pelos 105 anos da Escola Doméstica de Natal foram Alexandre Magno de Siqueira Marinho; Andréa Ramalho Pereira de Araújo Alves; Angela Maria Guerra Fonseca; Celina Maria Bezerra; Cristine Tinôco da Cunha Lima Rosado; Daladier Pessoa Cunha Lima; Edgard Ramalho Dantas; Eleika Bezerra Guerreiro; Eulália Duarte Barros; Francisca Sônia Câmara; Ignêz Motta de Andrade; Júlia Arruda Câmara; Kátia Maria Furtado de Mendonça Curtis; Manoel de Medeiros Britto; Maria Adélia de Arruda Sales Sousa; Maria Zélia Fernandes; Margarida Cabral Morgantini (In Memorian); Maria Ednólia Câmara de Melo; Mariana Melo dos Santos; Mary Evelyn Dantas Flowers; Noilde Pessoa Ramalho (In Memorian); Norma O’grady Cabral; Paula Ingrid da Cunha Galvão; Priscilla Galvão Simonetti; Rosada Lúcia Alves de Vilar; Sandra Maria da Escóssia Rosado; Sônia Maria Fernandes Faustino; Tânia Lúcia Alves Diniz Godeiro dos Santos; Zulmira Maria de Araújo Hartzz.

Sem dúvida, uma manhã elegante e emocionante no plenário da AL com vários deputados da casa prestigiando.

Confiram os clic’s. de João Gilberto e desta editora.

To Top