Na Hora H

BENDITA SEJA A MÁSCARA

Por Abraão Gustavo (@escritor_abraao_gustavo)

Há quem enxergue o lado negativo de usar máscaras; mas especialistas reforçam a finalidade de que o uso de máscaras serve de barreira física contra o vírus invisível. Mas meu papel aqui não é falar sobre saúde, deixo isso nas mãos dos médicos e profissionais capacitados. Meu papel é apresentar os fatos sobre outra perspectiva.

Resolvi me debruçar sobre os pontos positivos de se usar máscara e me lembrei de uma velha mania que me fazia apanhar de chinela da minha mãe. Quando eu ficava com raiva de alguém, eu estirava o dedo ou colocava a língua de fora. Com o tempo, isso foi caindo em desuso por mim. Mas esses dias passei uma raiva na fila da casa lotérica e resolvi estirar a língua para o moço mal-encarado do caixa. Resultado: ele nem percebeu. No dia seguinte, fui trabalhar. Enquanto meu patrão falava no telefone e me fazia esperar para tomada dos relatórios, eu olhava para ele e resolvi estirar a língua. Resultado: ele não notou nada do que fiz. E, como se não bastasse, fui almoçar com a minha mãe em um domingo desses, e ela mandou eu lavar a louça; com raiva, resolvi estirar a língua enquanto ela preparava o almoço. O que aconteceu? Nada. Tudo isso graças à máscara que usava no rosto.

Benditos sejam os inventores dessa belezura! Se não fosse isso, eu tinha brigado com o moço mal-encarado da casa lotérica, tinha sido demitido do meu trabalho, tomaria uma chinelada da minha mãe e, ainda por cima, não teria motivos para escrever esta crônica.

To Top