Nossa Coluna

REABERTAS AS PORTAS DO TAM

Na noite deste sábado foram abertas as portas do nosso maior bem cultural, o TEATRO ALBERTO MARANHÃO, casa centenária, nascida precisamente há 117 anos, pelo então governador o mecenas Alberto Maranhão.

O Largo do TAM abrigou a maioria da classe artística, autoridades e equipe da governadora FÁTIMA BEZERRA, que ao lado do vice Antenor, abriu o portão principal e descerrou placa comemorativa.

Antes, um show de luz e som foi projetado na imponente fachada um belo momento, que tinha assinatura de Wilberto Amaral.

Momentos emocionantes como a abertura das cortinas pela governadora e o mais antigo funcionário do TAM, Miguelzinho (com quem contei na minha equipe). Um show com artistas da terra com direção brilhante de João Marcelino, a da história do TAM escrita por Pedro Fiuza, com participação dos artistas e uma bela homenagem aos ARTISTAS ENCANTADOS, por Rita Machado. Quantos rostos de artistas que se foram e que deixaram saudades… A irreverência de Jarita fez a drag mais famosa ter sua palavra em defesa dos artistas.

No final, a fala oficial da governadora, a prestação de contas da equipe e a singeleza do diretor Ronaldo Costa. Parabéns à Construtora RAMALHO MOREIRA que executou a obra orçada em 13 milhões, e recebeu elogios. A obra com recursos de viabilizados pelo acordo de empréstimo junto ao Banco Mundial.

Senti a ausência de ex-diretores do Teatro, sendo que os únicos presentes foram o jornalista Toinho Silveira e esta colunista, que dirigiu o TAM por sete anos, tendo conduzido a reforma e festividades do seu CENTENÁRIO, em 2004.

Com carinho e especial atenção, atendi o convite da governadora Fátima para a solenidade e na minha companhia o colunista BEBETO TORRES, do Território Livre.

Quero parabenizá-la pelos equipamentos culturais que está entregando à população. Que a arte volte a pulsar no nosso solo e possamos ter bons shows, produções infantis e peças no palco centenário do TAM.

CONFIRAM A PROGRAMAÇÃO A SEGUIR:

Na segunda-feira (20), a partir das 19h, está programada a Mostra de cinco Curtas-metragens premiados nos editais da Lei Aldir Blanc RN, incluindo a exibição do filme “Sideral”, concorrente à Palma de Ouro do Festival de Cannes.

Também na segunda-feira tem início no Salão Nobre do TAM a mostra “Um Diário Visual das Memórias em Fluxo” que exibe imagens do processo de restauração do prédio histórico.

Na terça-feira (21) a partir das 19h será realizada a Cantata Brincante SESC com shows musicais, teatro, arte circense e literatura reunindo artistas como Sérgio Groove, Nação Zambêracatu e Coral Canto do Povo.

Na quarta-feira (22) às 19h será a vez da Quarta da Dança com apresentações de coreografias de mais de 20 companhias, escolas de dança, dançarinos e bailarinos do Rio Grande do Norte.

A ópera “O Empresário” pelo grupo Lyricus (Mossoró) na quinta-feira (23) às 19h, encerra as celebrações de reabertura do Teatro Alberto Maranhão.

20/12 – (Segunda – 19h)

Mostra de curtas-metragens com cinco filmes premiados pela Lei Aldir Blanc RN

21/12 – (Terça-feira-19h)

Cantata Brincante SESC Natal (Evento para convidados)

22/12 – (Quarta-19h)

Quarta da Dança com a Cia de Dança do Teatro Alberto Maranhão (CDTAM) e grupos de dança, bailarinos e dançarinos convidados

23/12 – (Quinta-19h)

“O Empresário”, ópera cômica de W.A. Mozart com a Cia Lyricus (Mossoró)

A ópera “O Empresário” pelo grupo Lyricus (Mossoró) na quinta-feira (23) às 19h, encerra as celebrações de reabertura do Teatro Alberto Maranhão.

ASSISTAM À SOLINIDADE COMPLETA:

To Top