Na Hora H

BLOCO CARNAVALESCO QUE HOMENAGEIA CHICO BUARQUE PROMOVE FESTA NO BAR 294 EM DEZEMBRO

Uma das primeiras e mais divertidas prévias carnavalescas de Natal já tem data, hora e local para acontecer. A festa FullChicoteca vai reunir amantes do carnaval e fãs de Chico Buarque no Bar 294 no próximo dia 2 de dezembro (sábado), a partir das 16h. Com direito a batuques, discotecagem, participação especial de um dos grandes guitarristas do país, Joca Costa e, claro, tudo sob o manto das clássicas canções buarquianas.

E se a concentração no Bar 294 e desfile do FullChico na sexta-feira de carnaval, pelas ruas de Petrópolis, será aberta a todos, a festa FullChicoteca é privada. A ideia é apresentar a força sonora e percussiva do bloco ao público e arrecadar fundos para custear as despesas para o desfile no período momesco. A pulseira de acesso está à venda por R$ 20 no Bar 294 ou com a produtora Ilana Félix (@full_chico). Na hora do evento o valor será R$ 30.

A festa marcará a primeira apresentação oficial do FullChico após meses de ensaio semanais. O bloco é formado por dezenas de mulheres sob a batuta do mestre percussivo Jorge Negão. Sim, teremos Chico Buarque ao som do batuque. Tambores, agogôs, tamborins, timbas, surdos, tarol e repique ditarão o ritmo das canções. E durante a festa as músicas de Chico também serão remixadas para pista, pelo DJ Maurílio Jordan, entre outras surpresas.

O FullChico foi formado na esteira de outros blocos carnavalescos que homenageiam Chico Buarque Brasil afora e na devoção da produtora Ilana Félix a um dos maiores compositores do Brasil. Desde então o bloco tem promovido ensaios abertos no pátio da Funcarte. No dia do desfile, se junta ao FullChico a orquestra formada pelo Ong Ilha de Música, comandada pelo maestro Gilberto Cabral, numa fusão de metais e percussão, além de participações especiais nos vocais.

“Fechamos essa parceria proveitosa com o Bar 294, um local aprazível, conhecido e estratégico para apresentar nosso bloco e abrigar também a concentração do FullChico no carnaval, antes do desfile. Nossa festa já dará o tom do que virá: um bloco animado com percussões, metais e agora com a participação de artistas conhecidos da cena para abrilhantar a concentração do FullChico”, ressalta Ilana Félix.

O nome FullChico surgiu quando Ilana soube da ideia da cantora Marina Lima em mudar o título da canção Fugaz, composta pelo seu irmão, o poeta Antônio Cícero, para Fullgás, ou seja, cheio de gás, de energia, de entusiasmo. “Logo me veio o nome FullChico, que também traz essa dualidade com o nome Fuxico. E o bloco também vem cheio de energia, de mulheres amantes de Chico, do batuque e do carnaval”, conclui Ilana.

Insta: @full_chico

To Top