Na Hora H

GOVERNO DESISTE DE PERMITIR VOOS EM CLASSE EXECUTIVA PARA AUTORIDADES

O presidente Michel Temer decidiu na última terça-feira (16) recuar e manter o veto à compra de passagens aéreas em classe executiva para políticos e autoridades. Hoje, todos os servidores, sem exceção, devem voar na classe econômica.

Segundo o texto, teriam direito às passagens o presidente e o vice-presidente da República, ministros, deputados, senadores, desembargadores federais, ministros de tribunais superiores e do Tribunal de Contas da União, o procurador-geral e os subprocuradores-gerais da República, o defensor público-geral federal e os comandantes das Forças Armadas.

A permissão para viagens em classe executiva constava de Orçamentos anteriores, mas foi modificada pelo Congresso no ano passado. O presidente não apresentou as razões que o levaram a rever a mudança na proposta.

 

Com informações do UOL

To Top