Na Hora H

SENAI REALIZARÁ NESTA QUARTA (12) EVENTO GRATUITO SOBRE A INDÚSTRIA 4.0

A indústria 4.0, como é conhecida a integração do mundo físico e virtual por meio de tecnologias digitais, vai mudar a forma de produzir, gerar novos negócios e transformar o mercado de trabalho. O uso de recursos como internet das coisas, big data e inteligência artificial também pode aumentar a produtividade das empresas. A fim de ajudar pequenos e médios empresários a tirar proveito da quarta revolução industrial, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) realiza em suas unidades, em todo o Brasil, na quarta-feira (12), o evento “Desvendar 4.0”.

No Rio Grande do Norte, o “Desvendar 4.0” terá três momentos: A palestra Magna, que terá duração de 40 minutos, além dos 10 minutos para as “Perguntas & Respostas”, e transmissão em videoconferência a partir de Recife/PE, tendo como palestrante Sílvio Meira, da Porto Digital; uma Palestra Técnica, proferida por técnico do SENAI, com a mesma distribuição do tempo; e um Painel com especialistas convidados, tendo o tema “Jornada rumo à Indústria 4.0”. A programação ocorrerá a partir das 18h30, no Espaço Candinha Bezerra, Casa da Indústria, com transmissão simultânea para as Unidades Operacionais de Santa Cruz, Caicó e Mossoró.

O objetivo é mostrar que as tecnologias digitais são acessíveis a empresas de todos os portes, com baixo investimento e podem trazer ganhos relevantes. “Empresas de todo o mundo estão iniciando esse processo. No Recife, por exemplo, quem fará a palestra sobre o assunto é Silvio Meira, pesquisador do Instituto SENAI de Inovação em Tecnologias da Informação e Comunicação e professor emérito de Engenharia de Software do Centro de Informática da UFPE. Em Santa Catarina, o palestrante será Johannes Klingberg, diretor-executivo da VDI-Brasil, associação de engenheiros Brasil-Alemanha. A apresentação de Silvio Meira poderá ser acompanhada no LinkedIn do SENAI Nacional.

O SENAI também lança um guia com cinco passos que as pequenas e médias empresas devem seguir para se inserir na indústria 4.0.

To Top