Entrelinhas

JORNALISTA OCTÁVIO SANTIAGO ESTREIA NA LITERATURA COM O ROMANCE “COISA FRACA NO SAL NÃO PROSPERA”, NESTA QUINTA, EM NATAL

Nesta quinta-feira, 7 de outubro, o jornalista Octávio Santiago lançará em Natal, pela Escribas Editora, o livro “Coisa fraca no sal não prospera”. O lançamento se dará no ateliê botânico Fábrica de Engenhos, localizado no bairro de Tirol, das 17h às 21h.

Escritor de primeiro livro, mas não de primeiro embarque, Octávio tem 32 anos e escreve sob encomenda desde os 18. Já trabalhou como repórter e com política em Natal e Brasília e conhece os seus bastidores, que permeiam a narrativa. Mas não somente: o livro traz um novo ângulo sobre a conjuntura sociopolítica peculiar e teimosa de uma porção de Brasil – o Rio Grande do Norte é uma das leituras do “sal” do título – que evoca pertencimento e se reconhece nas entrelinhas.

A orelha é assinada pela escritora, professora e artista visual paranaense Julie Funk, que diz não temer colocar a etiqueta de “livro dos bons” sobre o primeiro romance de Octávio.

O AUTOR

Octávio Santiago nasceu em Natal, é jornalista e sempre teve intimidade com as letras. Com a publicação do seu primeiro livro, “Coisa fraca no sal não prospera”, ele se posiciona na cena da literatura contemporânea, a partir de marcas regionais e ressonância além das fronteiras. Trata-se de um novo ângulo sobre a conjuntura sociopolítica peculiar e teimosa de uma porção de Brasil que evoca pertencimento e se reconhece nas entrelinhas. Mesmo em meio a todo o sal da pandemia, nasce um bom romance dos nossos tempos, além de um estilo de prosa com força para prosperar.

To Top